Será que deves tomar multivitaminicos?

Multivitamínicos

/

Os clássicos multivitamínicos

Terão utilidade para hipertrofia?

Terão utilidade de todo?

O que são multivitamínicos?

Todos nós convivemos com os multivitamínicos há muitos anos.

Provavelmente, até o nosso médico, algures durante a infância ou adolescência, recomendou um suplemento de multivitamínicos.

No conhecimento popular, devíamos tomar recorrentemente para proteção da saúde e melhorias no sistema imunitário.

Menos sabido mas também recorrente é o consumo de multivitamínicos por parte de bodybuilders ou atletas/praticantes recreativos.

Ao contrário do que é dito, não são os multivitamínicos em si que não são bons ou um desperdício de dinheiro: são as doses.

Existem multivitamínicos cujas percentagens ascendem a 4 vezes mais do que as doses diárias recomendadas (RDA). Literalmente, doses de 4.000% acima da dose recomendada.

Estas doses desnecessárias é que fazem de muitos multivitamínicos um desperdício dinheiro e merecem o clássico nome de “urina cara”. Porque investes em vitaminas mas em doses excessivas são excretadas do teu corpo.

Na verdade, se o teu consumo calórico e distribuição de macronutrientes e micronutrientes estiverem bem ajustados na tua dieta, perde-se a necessidade ou urgência da toma de suplementos multivitamínicos.

Validade e recomendações dos multivitamínicos

As vitaminas são fundamentais para a nossa saúde. Por norma, os suplementos são verificados por entidades reguladoras e a qualidade costuma estar assegurada.

Quando os multivitamínicos não são compostos com doses exorbitantes, podem ser úteis, sem malefícios para a saúde ou danos secundários e ainda oferecer uma modesta proteção à nossa saúde a longo prazo (1).

O que isto significa?

Que mesmo para pessoas com uma dieta equilibrada, pode fazer sentido a toma de um comprimido de um multivitamínico simples para cobrir possíveis deficiências.

Mas não os que têm doses para cavalo!

Determinadas populações partilham de carências específicas. Nestas situações, pode fazer sentido um multivitamínico específico, tal como suplementos para mulheres ou para vegetarianos com ênfase no cálcio, magnésio, cinco e ferro.

Quando comemos menos, por estarmos numa fase de perda de peso (por exemplo), é normal ingerirmos menos micronutrientes por estarmos a ingerir menos comida de forma absoluta, o que pode tornar a dieta deficiente em alguns micronutrientes (2).

Para estas situações, a toma de um multivitamínico simples (outra vez, sem doses de cavalo) também pode ajudar na proteção da nossa saúde, garantindo, de certa forma, uma prevenção.

A existência de multivitamínicos NÃO deve ser motivo para teres uma dieta pobre em micronutrientes nem para compensar. É apenas uma solução que requer que gastes dinheiro e os resultados não são assim tão recompensadores.

Por isso: continua a comer os teus vegetais.

ONDE COMPRAR MULTIVITAMÍNICO

Caso queiras investir num suplemento multivitamínico, recomendo vivamente o Multi-Men.

É completíssimo e trata dos teus micronutrientes todos por um preço super económico!

Adiciona o cupão BREAKING no checkout para teres um código de desconto exclusivo!

Conclusão e veredicto

Afinal, vale a pena ou não tomar os multivitamínicos?

Para a generalidade das pessoas, se tens possibilidades financeiras, eu recomendo a toma de um multivitamínico simples.

Os clássicos one-pill-a-day: potencialmente confere um efeito protetor pois é abrangente e pode suprir algum défice da tua dieta.

No entanto, temos que ter noção que os efeitos são modestos e que uma dieta ajustada e equilibrada é a base de uma boa micronutrição. Isto é apenas um bónus/salvaguarda caso o dinheiro não seja um problema.

Afasta-te dos suplementos multivitamínicos criados para “aumentar a massa muscular”. As doses absurdas. Literalmente, vais mijar o teu dinheiro todo, sem benefícios.

Para quem se importa realmente com os pormenores: sabes qual é o melhor suplemento vitamínico para ti? Não?

Eu também não!

Por isso, se queres saber quais são as vitaminas que precisas e fazer as coisas direitinhas para o bem da tua saúde e para suportar o teu crescimento muscular: procura um profissional.

Faz exames ao teu sangue para procurar as tuas lacunas e défices antes de tomares qualquer vitamina ou mineral.

Garante que não estás a tomar determinadas vitaminas em excesso e a negligenciar outra.

Depois disto, saberás ao certo o que deves ou não tomar. Se faz sentido algum multivitamínico ou alguma vitamina/ mineral específico.

E tu? Tomas algum suplemento multivitamínico?

Quebra os teus limites!

Referências:

  1. Alexandre, D. et al., (2013). A systematic Review of Multivitamin-Multimineral Use and Cardiovascular Disease and Cancer Incidence and Total Mortality. J Am Coll Nutr, 32(5): p. 339-354.
  2. Calton, J. (2010). Prevalence of micronutrient deficiency in popular diet plans. J Int Soc Sports Nutr, 7(1): p. 24.

2 respostas

    1. Olá. Tudo ótimo e consigo?

      Obrigado pelo feedback, continuaremos a trabalhar para fornecer o melhor conteúdo possível.

      Desejamos uma boa semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *